PDF-4

Linha de Produtos PDF-4 
A linha de produtos PDF-4 de bases de dados é bloqueada caso não haja uma renovação de licença anual. Estas bases de dados foram desenvolvidas através de esforços colaborativos no passado com outras organizações de bases de dados. Somente as bases de dados PDF-4+ e PDF-4/Minerals contêm dados calculados e padronizados do Linus Pauling File (LPF). Somente a base de dados PDF-4/Organics contém dados calculados e padronizados da Cambridge Structural Database (CSD).
Todos os produtos PDF-4 incluem nosso software de manipulação de dados, garantindo mais economia! Este software providencia mais recursos de exibição, pesquisa e filtragem de dados usando 65 métodos diferentes de pesquisa para filtrar os conteúdos da base de dados com visualização customizada de uma seleção de 116 campos de dados separados. Usando um ponto Java™ e uma interface de clicar, podem ser combinados vários métodos de pesquisa e seleções de campo para produzir uma gama quase ilimitada de opções de manipulação de dados. A tecnologia de padrões de difração digitais completos e uma documentação de auxílio interna sensível ao contexto também fazem parte dos produtos PDF-4. Você terá que entrar em contato com o seu distribuidor de softwares de procura/combinação para verificar qual deles é compatível com os produtos PDF-4.

DESTAQUES DO PDF-4+ - purchase
O PDF-4+ é uma base de dados avançada combinando as maiores fontes do mundo de dados de difração de cristais e pós inorgânicos numa única base de dados. O resultado é uma ampla coleção de materiais inorgânicos, produzida num formato padronizado que pode ser rapidamente acessado para identificar amostras não conhecidas.

Esta base de dados contém numerosos recursos tais como padrões digitalizados, gráficos moleculares e parâmetros atômicos. Muitos novos recursos foram incorporados no PDF-4+ para aumentar a habilidade de se realizar análise quantitativa por qualquer um dos três métodos: Análises de Rietveld, Método da Razão de Intensidade de Referência (RIR) e Análise do Padrão Total. A versão PDF-4+ 2015 contém 364,877 entradas, enquanto PDF-4/Minerais 2015 contém 42,852 entradas.

O PDF-4+ é designado para auxiliar nas análises quantitativas automatizadas pelo fornecimento de dados de referência fundamentais para estas análises. Todo padrão, independentemente do tipo de fonte, pode ser visualizado como um padrão digitalizado, promovendo uma habilidade de se realizar uma análise de padrão total. Três algoritmos diferentes são usados para calcular o display, dependendo da fonte de dados e da informação requerida. O PDF-4+ escolhe automaticamente o algoritmo apropriado para os propósitos de visualização e então permite ao usuário mudar os visualizados baseado em suas condições locais. O usuário tem a opção de aplicar vários parâmetros instrumentais comuns, configurações ópticas e parâmetros experimentais, incluindo tamanho de cristalito dentro do display digital.

A base de dados PDF-4+ inclui 268,838 entradas com a razão das intensidades de referência calculadas (I/Ic) que foram tanto calculadas a partir de estudos de monocristais ou derivadas experimentalmente. Numa análise RIR, todas as fases precisam ser identificadas e cada fase precisa ter um valor RIR conhecido. O grande número de entradas com valores de RIR garante o uso frequente de cálculos de intensidade de referência para análise quantitativa.

Os parâmetros de coordenadas atômicas fornecidos em 251,640 entradas, de fontes do LPF, ICDD e NIST, permitem vários cálculos baseados em física de espalhamento e difração. Técnicas de Rietveld podem usar os parâmetros atômicos para análise quantitativa e determinação estrutural. A base de dados PDF-4+ contém diversas tabelas de fatores de espalhamento integradas de modo que difração de elétrons, difração de raios X monocromáticos e padrões de difração de nêutrons possam ser calculados por primeiros princípios.

O PDF-4+ contém mais dados e mais tipos de dados conferindo uma rápida identificação de material. É desenvolvido para auxiliar nas análises quantitativas automatizadas pelo fornecimento de dados de referência fundamentais para estas análises. Todo padrão, independentemente do tipo de fonte, pode ser visualizado como um padrão digitalizado, promovendo uma habilidade de se realizar uma análise de padrão total. Nós continuamos a melhorar a identificação e quantificação pela adição de mais dados com coordenadas I/Ic e atômicas. Interfaces JavaTM melhoraram a velocidade, conveniência e proporcionaram vários novos dispositivos visuais para padrões digitais e manipulação de dados.

Veja Software Auxiliar do PDF-4 Software.
DESTAQUES DO PDF-4/ORGANICS - purchase
PDF-4/Organics 2017, a maior base de dados de difração de raios X por pó para orgânicos, contém 501.964 entradas. Este produto tem todas as potencialidades do software de visualização e manipulação de dados contidos nos produtos da família PDF-4. Esta base de dados é um produto prático de resultados orientados que combina os componentes ativos de drogas calculados a partir da Cambridge Structural Database (CSD) com os polímeros (incluindo amidos e celuloses), excipiente e fármacos no Powder Diffraction File da ICDD.

Esta base de dados é designada para a rápida identificação de materiais direcionados para as indústrias farmacêuticas e de especialidade química. Seu esquema permite a fácil interface com difratômetros e sistemas de análise de dados dos principais desenvolvedores de softwares mundiais e manufaturadores de equipamentos de raios X. A base de dados é útil para cientistas trabalhando em produtos de consumo, catálise, ciência forense, laboratórios analíticos e descoberta e produção de drogas.

DESTAQUES DO PDF-4/MINERALS - purchase
A base de dados contém 42.852 entradas de minerais e relacionados e cobre >97% de todas as espécies minerais classificadas segundo definição do Fleischer's Glossary of Mineral Species e da International Mineralogical Association. Além dessas espécies minerais classificadas, a base de dados contém minerais ainda a serem classificados, sintéticos, intercamadas e variações de solução sólida. Muitos minerais comuns têm sido caracterizados através de séries de temperatura e pressão. Além de tudo, isto resulta numa grande base de dados que contém dados de quatro fontes de bases de dados diferentes.

Os dados são revisados anualmente por um grupo de trabalho de mineralogistas. Este grupo de trabalho especifica grupos minerais e supergrupos, classificações e tipos de estrutura-protótipo para auxiliar os usuários com identificação e análise. Aproximadamente 1.000 entradas de minerais têm sido adicionadas a partir das bases de dados do LPF, ICDD e NIST. Estas entradas incluem coordenadas atômicas, simulações de padrões e gráficos moleculares como descritos na descrição dos produtos PDF-4+.